Interpretando e Resolvendo Problemas de Operações Básicas

Interpretar problemas de Matemática é uma grande dúvida apresentada por diversos estudantes de vários níveis.

O presente artigo, traz para você diversos problemas de Matemática envolvendo as quatro operações básicas (adição, subtração, multiplicação e divisão). Todos resolvidos passo a passo.

As resoluções foram elaboradas de modo a dar ênfase a interpretação do problema. Isto é, não só resolvemos, mas procuramos discutir a solução de acordo com o enunciado.

Acreditando que dessa forma estamos contribuindo para melhorar a sua interpretação de problemas.

Caso você tenha muita dificuldade nas quatro operações fundamentais, o ideal antes é praticar com somente cálculos para depois avançar para os problemas.

Logo abaixo, você encontra os enunciados dos problemas e as respectivas resoluções.

Enunciados – Interpretando Problemas de Operações Básicas

1. Um escritor escreveu, em certo dia, as 20 primeiras páginas de um livro. A partir desse dia, ele escreveu a cada dia tantas páginas quanto havia escrito no dia anterior mais 5 páginas. Se o escritor trabalhou 4 dias, então ele escreveu:

A) 80 páginas
B) 85 páginas
C) 95 páginas
D) 110 páginas

2. A Lotação de um Teatro é de 360 lugares, todos do mesmo preço. Uma parte da lotação foi vendida por R$ 3.000,00, tendo ficado ainda por vender ingressos no valor de R$ 6.000,00. Quantos ingressos já foram vendidos?

A) 100
B) 110
C) 120
D) 130

3. Um pai tem 35 anos e seus filhos 6, 7 e 9 anos. Daqui a 8 anos, a soma das idades dos três filhos menos a idade do pai será de:

A) 2 anos
B) 3 anos
C) 11 anos
D) 13 anos

4. Em uma sala de aula, onde todos os lugares se encontram ocupados, os alunos estão sentados em filas e essas filas têm todas o mesmo número de lugares.

O aluno Roberto tem:

– um aluno sentado à sua frente;
– dois alunos sentados atrás de si;
– três alunos sentados à sua direita;
– dois alunos sentadas à sua esquerda.

Quantos alunos a na sala de Roberto?

A) 9
B) 18
C) 24
D) 32

5. Dispomos de cinco cadeados e 5 chaves para os mesmos. Qual o número máximo de tentativas que devemos fazer para estabelecer a correspondência correta entre os cadeados e as chaves?

A) 5
B) 10
C) 13
D) 25
E) 120

Soluções – Interpretando Problemas de Operações Básicas

Problema 1.

No primeiro dia, o escritor escreveu 20 páginas.

Agora, a partir desse dia, escreveu a mesma quantidade do dia anterior mais 5 páginas, então

no segundo dia, escreveu (20 + 5) páginas, isto é, as 20 páginas do dia anterior mais 5, total de 25 páginas.

No terceiro dia, escreveu (25 + 5) páginas, isto é, as 25 páginas do dia anterior mais 5, total de 30 páginas.

E no quarto dia, escreveu um total de 35 páginas (30 + 5).

Logo, como o escritor trabalhou 4 dias, escreveu um total de:

20 + 25 + 30 + 35 = 110 páginas.

Problema 2.

Vamos pensar!

Já foram vendidos ingressos no valor de R$ 3.000 reais, tendo ficado ainda por vender ingressos no valor de R$ 6.000,00.

Então, temos que 3.000 + 6.000 = 9.000, esse valor significa que se todos os 360 lugares foram vendidos a arrecadação será de R$ 9.000.

Agora se, dividirmos 9.000 por 360 vamos obter que valor?

“Pegando” o valor total arrecadado e dividindo pela quantidade de lugares, vamos obter o preço de cada ingresso, correto? Veja:

9.000 reais / 360 lugares = 25 reais / lugar. Isto é, cada ingresso custa R$ 25,00.

Como sabemos que cada ingresso custa R$ 25,00 e já foram vendidos ingressos no valor de R$ 3.000,00, raciocinamos do seguinte modo:

Antes devemos lembrar que cada ingresso equivale a um lugar no teatro.

Se

com 25 reais compramos 1 lugar, então com 3.000 reais compraremos?

Dividindo 3.000 por 25, temos: 3000 / 25 = 120.

Portanto, já foram vendidos 120 ingressos, que totalizam 3.000 reais.

Problema 3.

Antes de realizar a subtração pedida no problema, precisamos saber a idade dos filhos e dos pais daqui a 8 anos.

Idade dos filhos daqui a 8 anos:

6 + 8 = 14
7 + 8 = 15
9 + 8 = 17

As idades dos filhos daqui 8 anos, respectivamente: 14, 15 e 17 anos.

A do Pai será de 35 + 8 = 43 anos.

Soma das idades dos filhos = 14 + 15 + 17 = 46 anos.

(soma das idades dos filhos) – (idade do pai) = 46 – 43 = 3 anos.

Portanto, daqui a oito anos a soma das idades dos filhos menos a idade do pai será de 3 anos.

Problema 4.

Para encontrarmos a solução deste problema, vamos seguir as dicas dadas no enunciado. Para isso, vamos esboçar a situação. Veja na imagem abaixo.

interpretando problemas

O círculo com “R” e cinza representa o aluno Roberto, que está de frente para o quadro. Os demais círculos em cinza representam os alunos de acordo com as dicas do enunciado:

um aluno sentado à frente de Roberto; dois alunos sentados atrás; três alunos sentado à sua direita e dois à sua esquerda.

Veja que estas dicas determinam a quantidade de filas na sala de Roberto.

“Os alunos estão sentados em filas e essas filas têm todas o mesmo número de lugares.”

Observe na imagem que preenchemos os demais lugares com círculos tracejados e assim obtemos o total de lugares, isto é, 6 filas de 4 lugares cada.

Logo, há na sala de Roberto, 4 x 6 = 24 alunos.

Problema 5.

Antes de apresentar a solução desse problema, observe que não se trata de um problema de análise combinatória.

Muitos estudantes ao apresentarem uma solução para o problema, pensam que se trata de usar o princípio multiplicativo, isto é, 5 cadeados e 5 chaves, então 5 x 5 = 25 e esta não é a resposta correta.

Se trata de um problema de adição, somente isso. Veja o seguinte período do enunciado:

“… número máximo de tentativas que devemos fazer para estabelecer a correspondência correta entre os cadeados e as chaves …”

O problema deseja saber qual a máxima quantidade de tentativas que devemos realizar para saber qual chave abre tal cadeado.

Imagine a seguinte situação:

Em suas mãos há 5 chaves, vamos chamá-las de { CH1, CH2, CH3, CH4, CH5}.

Há também 5 cadeados, a saber { CA1, CA2, CA3, CA4, CA5}.

  • Vamos começar tentando descobrir qual chave abre o CA1.

Testamos as CH1 e não abriu. Testamos a CH2 não abriu. Testamos a CH3 não abriu. Testamos a CH4 também não abriu.

De acordo com o enunciado cada chave abre um cadeado, então faltou testar a CH5, certo?

É claro que não precisamos testar a CH5, já que as demais não abriram o cadeado, logo a CH5 abre o CA1 e não precisamos testar. 🙂

Portanto para verificar qual chave abre o CA1, realizamos um número máximo de 4 tentativas.

  • Vamos verificar agora, qual chave abre o CA2.

Seguindo o mesmo raciocínio anterior, retirando a CH5.

Testamos a CH1 não abriu. Testamos a CH2 não abriu. Testamos a CH3 não abriu.

Portanto, a chave que abre o CA2 é a CH4, já que as demais não abriram.

Então, para verificar qual chave abre o CA2 realizamos um número máximo de 3 tentativas.

  • Seguindo para o CA3, retirando a CH4.

Testamos a CH1 não abriu. Testamos a CH2 não abriu.

Como restaram somente 3 chaves e as duas primeiras não abriram o CA3, logo a CH3 é a chave que abre o CA3.

Realizamos um número máximo de 2 tentativas.

  • Agora, para verificar quais chaves abrem os cadeados CA4 e CA5, basta apenas uma (1) tentativa no máximo. Veja:

Testamos a CH1 no CA4 e não abriu, então deve ficar claro que a CH2 é a chave que abre o CA4, não precisamos nem testar. E a CH1 abre o CA5, sem teste também.

Pois, de acordo com o enunciado cada chave corresponde a um único cadeado.

Logo, o número máximo de tentativas que devemos fazer para estabelecer a correspondência correta entre os cadeados e as chaves é de: 4 + 3 + 2 + 1 = 10 tentativas.

Observação: mais uma vez, chamamos a atenção para o fato de que o problema pede o número máximo de tentativas para estabelecer uma correspondência correta entre cadeados e chaves.

Veja, por exemplo, que se as quatro primeiras chaves não abriram o cadeado, deve estar claro para você que, não há necessidade de testar a quinta chave, com certeza de acordo com o enuncicado, ela abrirá o cadeado em teste.

Começamos a realizar os testes na ordem apresentada, somente por uma questão de organização. Só estamos supondo uma situação para resolver o problema.

Considerações Finais

Desejamos que os exercícios/problemas acima tragam mais esclarecimento com relação a interpretação e resolução de problemas básicos.

Um coisa é certa: para melhorar sua interpretação dos problemas de Matemática é necessário prática constante, superar essa dificuldade, caso exista, é possível.

Com persistência e foco você conseguirá, nós acreditamos e praticamos isso!

Você quer aprender a resolver expressões numéricas através de estratégias simples e eficientes para tornar seu raciocínio mais rápido e melhor? Conheça o eBook Expressões Numéricas com 200 Questões Resolvidas detalhadamente. Clique aqui embaixo e conheça o ebook por dentro!

banner-enp

 

123 Comentários


  1. Eu achei meio difícil entender as questões por conta do português e do jeito da explicação, mas me ajudou muito, valew

    Responder

      1. Que ótimo saber disso Guilhermina. Obrigado por comentar.

        Tudo de bom!

        Responder

  2. a questão 5 ñ seria 120 tentativas, já que utilizaria o método de exclusão que seria no primeiro cadeado 5 chaves seriam utilizadas, segundo cadeado 4 chaves seriam utilizadas.
    no caso faria a multiplicação 5x4x3x2x1= 120 tentativas.
    claro, n sei se fiz certo, mas cheguei nesse resultado.

    Responder

    1. Oi Felipe, tudo tranquilo?

      Estude a resolução da questão que apresentei e depois compare com a sua. Tenho certeza que vai te ajudar.

      Abraço!

      Responder

  3. vc deveria botar mais exercicios e um pouco mais dificil ou fazer os niveis dos exercicios como dificil medio e facil de cada conteudo

    Responder

  4. olá, professor thieres machado muito bom, as questões resolvidas estaõ me adudando muito, o meu aprendizado; quero receber sempre!

    Responder

    1. Obrigado José, por comentar. Pode deixar que estamos produzindo mais conteúdo. Acompanhe o blog, ok? Tudo de bom!

      Responder

  5. O segundo eu resolvi com regra de três. Se 360 lugares valem 9 mil reais, 3 mil reais equivalem a quantos lugares? 9.000x=360.3,000/9000 = 120

    Responder

  6. BOM DIA!!
    PROFESSOR, ESTE BLOG AJUDA MUITO A TIRAR NOSSAS DÚVIDAS.
    PERFEITO!!!!

    Responder

      1. Boas questões e explicações, professor. Com sua explicação consegui tirar muitas dúvidas e pegar a prática na matemática, muito obrigada! 🙂

        Responder

        1. Que ótimo Rafaela. Saiba que isso não é tudo. A prática deve ser algo constante. Continue firme. Abraço e sucesso!

          Responder

  7. Profº Thieres muito obrigado pelas dicas,o blog é ótimo!
    Compartilhei com amigos.

    Abraços

    Responder

      1. Olá eu sou Raquel, então… ao resolver a questão 1 não consigo mudar minha interpretação que diverge da sua resolução, se puder me ajudar.
        Então na sua resolução:
        Agora, a partir desse dia, escreveu a mesma quantidade do dia anterior mais 5 páginas, então
        no segundo dia, escreveu (20 + 5) páginas, isto é, as 20 páginas do dia anterior mais 5, total de 25 páginas.

        Na minha Interpretação:
        no 1 dia ele fez 20 pág
        no 2 dia ele fez mais 20 (mesma quantidade do dia anterior) mais 5
        então no 2 dia o total não seria de 45 páginas 20 do 1 dia com mais 25 do 2 dia?

        Responder

        1. Oi Raquel, você está “certa”, pois ao final do segundo dia ele escreveu um TOTAL de 45 páginas (soma dos dois dias). Mas, nesse segundo dia (durante) ele SÓ escreveu 25 páginas, conforme o enunciado.

          De acordo com o que você escreveu, parece que você está interpretando que a partir do segundo dia, ele escreveu o dobro do dia anterior mais 5 páginas e não é isso que é dito no enunciado. Leia várias vezes e reflita.

          Até porque, com esse raciocínio o número de páginas final seria maior que 110 e não teremos resposta nas alternativas. Abraço!

          Responder

  8. Professor no problema 4 eu não entendi como o Senhor fez para imaginar que seria necessário fazer um quadro a partir do momento que no problema não fala o número de filas presentes na sala pois no meu cálculo eram oito alunos e no exercício do cadeado sabia que o resultado era dez só por ter somado cinco mais cinco.Agora essa da sala eu realmente não entendi.

    Responder

    1. Sind, leia o problema 4 novamente. As informações para montar a situação foram retiradas do mesmo. Cada um deve procurar a sua própria estratégia. Veja também que o problema nos diz que as filas têm o mesmo número de lugares. Leia até entender de fato o problema. Veja que a resolução parte das informações do próprio enunciado.

      Com relação ao problema 5, esse raciocínio de somar 5 mais 5 que você diz, qual a justificativa para tal. Cuidado, só por que chegou a resposta correta não quer dizer que seu raciocínio esteja correto. Estude novamente as resoluções de ambos os problemas. Abraço!

      Responder

  9. Não estou conseguindo acertar e nem fazer nenhuma! não consigo raciocinar direito e nem intender nenhuma das perguntas! Oque eu faço?

    Responder

    1. Uma das melhores forma de começar é perguntando, mas perguntando sobre exatamente o que você tem dúvida. Abraço!

      Responder

  10. Parabéns professor, só mim deu um pouco de dúvida à segunda, mas consegui acertar todas as outras…farei outras visitas!!!

    Responder

    1. Oi Eliene, obrigado pela visita. Dúvidas, comente! Abraço e seja sempre bem-vinda!

      Responder

  11. Olá professor! Acertei todas as questões. Parabéns pela iniciativa e pela sua forma de trabalhar. A interpretação de cada questão está bem clara e com certeza ajudou e vai continuar ajudando muita gente.

    Responder

  12. Muito obrigado,estava em dúvida sobre alguns problemas que caíram para um concurso e você me esclareceu claramente.
    Um forte abraço.

    Responder

  13. Olá professor
    Cheguei ao site após procurar questões para minha filha de 8 anos. Percebo que a mesma não tem dificuldades com os cálculos, mas sim com a interpretação da pergunta. Gostaria que fossem disponibilizadas mais problemas ou indicasse o link de algum site que pudesse ajuda-la. Grata e parabéns.

    Responder

    1. A princípio não conhecemos nenhum site que aborde tal tema mais a fundo. Mas, você pode utilizar livros com problemas do nível em que ela está, semelhante ao usado por ela. Abraço.

      Responder

  14. achei td a resposta e tudinho que a professora passou para mim muito feliz

    Responder

  15. Professor, sou novato aqui, estou recomeçando tudo isso novamente, e olha, nem virtual e nem físico está tendo um docente tão bem qualificado como o sr. está sendo, que o bom Deus lhe dê muita saúde e muita sabedoria pra continuar nos ensinado. Muito obrigado por isso, ainda bem que te achei por aqui!

    Responder

    1. Oi Daniel. Fico muito feliz de saber que estou te ajudando. Sua palavras são um incentivo para o trabalho. Espero continuar contribuindo cada vez mais para que você e demais alcancem o objetivo desejado. Muito obrigado por suas palavras. Sempre que sentir vontade de comentar fique a vontade, ok? Forte abraço!

      Responder

    1. Estude novamente, leia, leia e leia. Se ainda tiver dúvida, comente exatamente qual é sua dúvida, ok? Abraço!

      Responder

  16. Muito bom. Questões bem elaboradas.
    Rapaz, você acredita que eu tenho o ensino médio completo e sei fazer perfeitamente as 4 operações abordadas, errei quase todos os exercícios ? kkkkkk que vergonha cara. Estou Treinando o raciocínio e vejo o quanto preciso praticar. Devo tá com algum problema nos miolos, não é possível kkkkk

    Responder

    1. Força, Ricardo! Com a prática e persistência o objetivo será alcançado. Tudo de bom!

      Responder

  17. Obrigada!Me obrigou raciocinar. Parabéns pelos enunciados e cálculos.

    Responder

  18. obrigado pelo trabalho e esforço em ajudar .
    Muito gratificante ,estar mim ajudando muito .
    Deus abençoe

    Responder

    1. Obrigado por participar Thaís! É muito bom saber que estamos ajudando. Comente sempre que quiser, ok? Forte abraço!

      Responder

  19. Confesso que na questão 5, achei que tinha acertado mas vendo a resposta
    consegui ver a logica do exercício !

    Responder

    1. Eu também rsrs,pois não interpretei bem a questão achando que era para descobrir de apenas um cadeado,embora esteja claro na questão cadeados e chaves no plural .
      esses pequenos erros que agente comete em concurso por acha a questão fácil e não dar-se a atenção devida ao interpretar que é o primeiro passo como diz la acima o professor ..

      Responder

  20. x2_x : 2 Esta questão nº5 professor se aumentar-mos a quantidade de cadeados e chaves dar para aplicar esta fórmula . O quadrado de X menos X dividido por 2 ? OU seja, se for 10cadeados com chaves ao quadrado dar 100, menos 10 é igual a 90 dividido por 2 igual a 45 . não calculei nada é só uma suposição.

    Responder

    1. Reginaldo, você DE FATO entendeu a resolução da questão. Caso tenha entendido, é bem possível que você mesmo tenha condições de responder se tal fórmula funciona ou não. Verifique, você é capaz! Forte abraço!

      Responder

  21. x2_x : 2 Esta questão nº5 professor se aumentar-mos a quantidade de cadeados e chaves dar para aplicar esta fórmula . O quadrado de X menos X dividido por 2 ?

    Responder

    1. Reginaldo, você mesmo pode fazer tal teste e verificar se a fórmula funciona. Abraço!

      Responder

  22. Muito bom este estudo, por ser um assunto envolvendo as quatro operações fundamentais, muitas pessoas , até mesmo com diploma embaixo do braço se acham capazes o suficiente por se tornar de um assunto de nível primario ou fundamental acabam tomando pau na prova ,desculpe a expressão, mais é isso mesmo. Gostei muito ,um abraço para todos que acessaram este site para rever assuntos que estudamos lá atras.

    Responder

  23. Vc deve ser um homem de sorte,esperto e o principal d tudo,vc tem sorte de esta dentro da FAB…eu tenho 16 anos e vó fazer a prova pra sargento em 2016 se puder.Passei o dia todo estudando seu “trabalho”ai em cima,gostei muito professor, espero que um dia nós iremos se conhecer kkkk la dentro ta okey…moro no Rio de janeiro (RJ).obrigado senhor!!!!!

    Responder

  24. Professor, parabéns pela iniciativa. Tudo bem explicado, de uma forma mais simples de entender fica fácil o aprendizado.
    Está me ajudando e muito. Vou indicar o site.
    Abraços.

    Responder

    1. Obrigado Suzana. Sua participação é essencial para o blog, ficamos felizes por estar ajudando. Sucesso sempre!

      Responder

  25. como sempre um belo trabalho. to até pensando em ser professor de matemática, pois fico fascinado com as questões e os passos a passos de como resolver. muito obrigado por essa oportunidade de poder conhecer melhor o universo da matemática.

    Responder

    1. Muito obrigado Wellington por sua admiração com nosso trabalho. Acreditamos que você será um excelente prof. de Matemática. Forte abraço!

      Responder

  26. Considero Importante reiterar o problema sempre que as dúvidas persistirem, isso é óbvio!

    Responder

  27. Professor No problema 5, já que devemos considerar apenas as tentativas e não o resultado, ao chegarmos na quantidade de duas chaves, não seria necessário somar a última como tentativa, se temos apenas uma chave e um cadeado porque consideralo?

    Responder

    1. Iago, e não foi isso que fizemos? Veja, a última tentativa é para as duas chaves que ficaram. Estude novamente a resolução, ok? Abraço.

      Responder

  28. professor nao entendi a explicacao do 4 onde tem as bolinhas cinzas e o r

    Responder

  29. Professor,

    Quero agradecer muito pelo material. Por sorte encontrei seu site. Meu filho está prestes a fazer um concurso e esse material ajudou bastante. A explicação é excelente. Interessei-me e ousei a resolver as questões. Algumas eu até acertei. kkkk.
    O senhor está de parabéns!

    Responder

    1. Valeu Linda Moreira. Dúvidas, estamos aqui, ok? Sucesso para você e seu filho!

      Responder

  30. Olá professor,seu blog é muito interessante,pois explica o passo a passo da resolução,geralmente encontramos apenas em vídeo aula,isso é muito importante para aprendermos a elaborar a questão no momento da prova.Obrigado por compartilhar seu conhecimento.

    Responder

  31. suas dicas são preciosas,aprendi e esclareci muito bem as minhas duvidas.obrigada professor,e parabéns pelo o seu trabalho.

    Responder

    1. Oi Elaine, valeu pelo feedback. Obrigado pelo comentário. Sucesso.

      Responder

    1. Obrigado Marco, pelo comentário. Abraço para você e sua filha.

      Responder

  32. Adorei os exercícios e sua explicação no desenvolvimento.

    Responder

  33. Olha você está de Parabéns! Suas atividaedes são interessantes.

    Responder

  34. Tenho 48 anos e não sei nada de matemática gostaria que me ajudasse para eu pode aprender matemática com urgência aguardo resposta adorei os exemplos mais não aprendi nada por favor me ajude

    Responder

    1. Gilvanise, em primeiro lugar obrigado pela visita. Vamos com calma, ok? Sua idade não interessa muito para aprender. Quando você diz que não sabe nada de Matemática, não acredito muito, pois alguma coisa deve saber (tenho certeza disso).

      Bem, talvez você teve dificuldade para entender os exercícios acima. Eles são problemas básicos, então sugiro você começar pelo conteúdo mais básico. Faça um teste antes, isto é, leia este artigo aqui e siga suas instruções, depois assista essa vídeoaula aqui. Dúvidas é só comentar, mas tenha paciência consigo mesmo, tudo bem? Um abraço e tenha força!

      Responder

  35. Sem querer encontrei esse link, estava a procura de estudos básicos e você ajudou-me demais, muito obrigado por disponibilizar esses conteúdos Sr. Machado, muito obrigado mesmo!!!

    Responder

    1. Kilderson, obrigado pela visita e comentário. Bom saber que o material está ajudando. Abraço.

      Responder

  36. Ótimo! Muito bom seu modo de ensino. Com certeza me ajudou muito. Obrigada.

    Responder

  37. Nossa muito bom! Tirou muitas dúvidas, eu meio que tinha uma certa dificuldade, achava essas contas chatinhas, mas resolveu bastante. Minhas dúvidas acabaram.

    Responder

    1. Luiz Henrique,
      obrigado por seu comentário. Estamos felizes em saber que o material lhe ajudou. Abraço.

      Responder

  38. Muito Bom! são questões que ajuda muito nos estudos,
    é fácil de interpretar.

    Responder

    1. Marcia,
      que bom que entendeu, continue firme e siga em frente. Sucesso sempre.

      Responder

  39. Muito bom…assim fica muito mais fácil interpretar a questão, obrigada…

    Responder

    1. Juliane,
      obrigado por seu comentário. A ideia do artigo é justamente essa: um passo a passo sobre como interpretar questões
      Valeu pela visita!

      Responder

  40. Professor, o material está me auxiliando muito no preparatório para o concurso do CBMRJ 2014. Se tiver mais algum artigo envolvendo o programa da banca que irá organizar o concurso, ficarei grato em receber.
    Obrigado!

    Responder

    1. Alexandre,

      ficamos satisfeitos em saber que o material tem ajudado. Dê uma olhada no arquivo do blog, pois lá você pode encontrar mais exercícios. Abraço.

      Responder

  41. Muito Bom. Questões que se tornam fáceis se interpretadas de forma correta.

    Responder

    1. Fernanda,

      é isso mesmo! Interpretar de forma correta, faz toda a diferença. Lembrando sempre que a interpretação da questão não é nossa e sim do autor da mesma. Acompanhe o blog, valeu? 🙂

      Tudo de bom.

      Responder

  42. Bom dia professor, acho fenomenal as suas explicações, pois o senhor não somente explica e da exemplos, mais motiva seja o aluno ou o concurseiro, parabéns pelo trabalho.

    Bom agora eu gostaria de saber se o professor teria alguma indicação bibliográfica sobre como interpretar um exercício matemático proposto, sobre como aplicar a teoria em determinado exercício, sobre como diferenciar o que um exercício pede e o outro também.

    Att. Romário

    Responder

    1. Romário,

      muito obrigado pelo comentário e elogio. Desejamos de fato contribuir para que muitos atinjam o resultado almejado.

      Sobre o que você comentou com relação “sobre como diferenciar o que um exercício pede e o outro também” não conheço nenhum livro do tipo e acredito, até o momento, que não vai encontrar. Tome cuidado também com os “maceteiros” de plantão (que vivem pra ensinar macetes), pois os macetes só servem pra determinados tipos de questões que raramente aparecem em concursos.

      Para diferenciar o que um exercício pede de outro, não há muita saída, tem que saber a teoria. Se é que entendi bem seu comentário.

      Um livro que ensina a resolver problemas é o “A Arte de Resolver Problemas” do autor G. Polya mas já vou avisando é um livro “profundo”, costuma ser indicado para professores e candidatos ao IME, ITA, olimpíadas.

      Por enquanto não conheço nenhum outro material (a não ser p/ professores). Sugiro que pratique bastante, essa habilidade vem com a prática.

      Se ainda tiver dúvida, comente.
      Sucesso!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *